segunda-feira, 20 de janeiro de 2020

ARTISTAS LANÇAM MOVIMENTO CONTRA O APARELHAMENTO DE ESQUERDA NA CULTURA BRASILEIRA!



Por Erick Guerra - O Caçador



    No Brasil, há muito que é senso comum a constatação de que a cultura, em geral, vai de mal a pior: na educação de base, contaminada pela doutrinação marxista, os índices de aprendizado colocam o País dentre os piores do mundo; Na seara acadêmica, somos uma Nação gigante com apenas um punhado de pensadores dignos desse nome, em geral apedrejados pelo exército de "doutores universitários" que funcionam exclusivamente como intelectuais orgânicos dos partidos políticos de esquerda (por sua vez envolvidos em graves crimes de lesa-pátria); No meio artístico, há decadência abissal de qualidade, numa inversão patrocinada pelas mesmas bandeiras ideológicas nefastas de sempre, postas em ação por uma estruturada e capilarizada máfia de hegemonia socialista que aparelha praticamente todas as instâncias culturais. Isso é o gramscismo posto em prática, aqui e agora, abertamente, para quem quiser ver. Trata-se, simplesmente, da conseqüência cultural de décadas do predomínio de siglas políticas aparentadas ao lulopetismo na gestão da coisa pública.

    Em que pese a realidade do que já foi dito, ainda não havia surgido no seio da própria classe artística um movimento social organizado, com o objetivo de reunir os "excluídos" pelas políticas culturais de esquerda e dar-lhes voz, expondo a realidade objetiva da classe. A evidente questão de hegemonia cultural socialista no Brasil (que poderíamos chamar também de envenenamento deliberado das raízes culturais da brasilidade em nome de um projeto político funestíssimo) não tinha o contraponto em primeira mão da voz dos artistas populares, mas apenas dos intelectuais esclarecidos que já desnudavam a situação.

    É essa a lacuna que se fecha agora, com o lançamento do Movimento Canarinho: pela primeira vez na história recente desse País, um legítimo movimento social artístico-cultural enfrenta a opressão imposta pelo aparelhamento político de viés socialista nas esferas de fomento das artes e no seio artístico, em geral. O empobrecimento das artes não deve mais ser financiado com dinheiro público, para enriquecer apaniguados de sindicalistas e corruptos políticos! Tampouco um artista deve se prostituir intelectualmente, obedecendo às convenções de pautas decididas por partidos políticos que não representam suas aspirações, para poder viver de arte.


    No sábado 18 de janeiro, um coletivo de artistas lançou a "EXPOSIÇÃO MOVIMENTO CANARINHO" em Natal, Rio Grande do Norte. Na exposição, que teve uma vernissage com música popular e declamação, as obras de diversos artistas plásticos que pensam diferente - e que se propõe a fazer a diferença - estão expostas. A beleza dos trabalhos e a ausência de temáticas "sujas" ou "revoltadas" chama atenção. O clima tranquilo e agradável da tradicional galeria B 612 (Rua Dr Barata, 216, Bairro Ribeira, Natal/RN) funciona como perfeito relicário do que está exposto e acolherá a mostra até 15 de fevereiro.

    Porém (como sói acontecer nesse Brasil de tanta coisa errada que é tolerada) a reação esperneante, espumante de cólera, caluniosa e antidemocrática dos "artistas engajados" de esquerda já se fez sentir nas redes sociais... É que ELES não convivem com o diferente, não aceitam a democracia e a pluralidade de expressões: xingam, caluniam, prometem violências e malefícios - com uma única razão de ser: somente a arte conveniente às suas bandeiras e interesses escusos pode existir, artistas apolíticos ou não-alinhados devem morrer à míngua, sem espaço, sem pão e sem atenção. Na prática DELES, os que pensam diferente merecem ser agredidos e tachados de nazistas, fascistas, machistas, racistas, homofóbicos.

    No presente artigo, mostramos ao público algumas das obras de arte que estão recebendo essas demonstrações públicas de ódio da militância vermelha:



     A tela acima, pintada pelo artista-mirim Davi Régis (de dez anos) compõe o acervo da exposição dentro de uma de suas linhas temáticas: o respeito à religião e aos símbolos judaico-cristãos. 


  Nessa belíssima pirogravura, Vicente Santeiro evoca uma visão do Livro de Gênesis, início da Bíblia Sagrada Cristã e da Torah Judaica.



   Essa é uma das obras do multifacetado artista plástico Eri Medeiros: uma exaltação do esporte, bem como da saúde do corpo e da mente.


    Nessa tela de Francisco Eduardo, um brinde à família e à terceira idade.
.


    O artista plástico Severino Brasil, especialista em produzir maravilhas a partir de cabaças e capachas de côco, expõe entre seus trabalhos esses peixes coloridos em palha trançada, legítimo tesouro de arte caiçara, evocando o mar e também o cristianismo primitivo.




     O jovem talento Lennon Lie também envereda pela temática praieira, com suas telas retratando as eternas ondas...


      Observe: é ESSA a arte que está sendo achincalhada nas redes sociais e chamada de "fascismo" pela militância de esquerda! Os artistas brasileiros, tão vilipendiados e agredidos, pedem socorro!


    Para conhecimento geral, divulgamos o Manifesto do Movimento Canarinho:

MANIFESTO CANARINHO

Você sabe de onde eu venho ?
Venho do morro, do Engenho,
Das selvas, dos cafezais,
Da boa terra do coco,
Da choupana onde um é pouco,
Dois é bom, três é demais,
Venho das praias sedosas,
Das montanhas alterosas,
Dos pampas, do seringal,
Das margens crespas dos rios,
Dos verdes mares bravios
Da minha terra natal.

Você sabe quem nós somos?
Somos os artistas excluídos
Pelas máfias dos editais
Feitas pelo aparelhamento socialista
Das instâncias culturais
Nós produzimos as belas-artes
Escorraçadas pela ideologia da sujeira e da feiúra
Somos o baluarte da verdadeira cultura
Nesse Brasil de “Progressismo do Mal”

Somos os artistas de todo zelo
Da parte do bom, do belo e do verdadeiro
Somos canários cantando pro mundo inteiro
A beleza ímpar do nosso Brasil brasileiro
Nós somos o seguimento
De Castro Alves e de José Condé
De Guimarães Rosa e do Padre Anchieta
De Aleijadinho e de Patativa do Assaré
Somos os ritmos, as formas e as cores
Das inspiradas musas brasileiras
Num berço de ouro e mata
Num céu coalhado de estrelas

Voamos a eterna revoada
Verde-e-amarela de canarinhos
Cantando bem samba
Bem forró pé-de-serra
Bem Bachianas de Villa-lobos
Bem Puluxias de Elomar
Bem Brasileirinho

Somos do bom e do melhor
E da zoada do povo na feira
Somos a raiz do Brasil florando pro Mundo
E que estronde na Terra inteira:
A nossa auriverde bandeira jamais será vermelha!


ASSINAM:

Davi Régis (10 anos)
Eri Medeiros
Erick Guerra
Francisco Eduardo
Nelson Coelho
Lennon Lie
Severino Brasil
Vicente Santeiro






quarta-feira, 10 de julho de 2019

POSTAGENS DO PAVÃO MISTERIOSO COMEÇAM A SER CONFIRMADAS!

Por Erick, O Caçador




    Em confirmação do teor das postagens-bomba do perfil tweeter "Pavão Misterioso" feitas no fim-de-semana de 05 a 07/07, o site The Intercept Brasil realmente publicou material em áudio atribuído ao Procurador Deltan Dallagnol, nessa terça-feira 09/07. Material suspeitíssimo de ser forjado, inclusive, talvez manipulado por hackers a ponto de ser "periciável", exatamente como previamente exposto nos posts do Pavão.


      


    No dia de ontem, o Site The Intercept Brasil publicou um áudio atribuído ao procurador Deltan Dallagnol. O próprio site alega que a origem do material é criminosa, fruto de um crime contra a Segurança Nacional brasileira. Observe que no print acima, postado no tweeter pelo Pavão Misterioso durante o final de semana, está escrito "Ed falou que até quarta tenho os áudios prontos e periciáveis" (quem diz isso supostamente é Leandro Demori, editor do The Intercept). Logo, ou a informação do post reproduzido acima procede (o que dá crédito de autenticidade aos prints do Pavão) ou é uma legítima profecia do Pavão Misterioso!




    Observe nesse segundo print da mesma conversa (dessa vez feito do celular de David Miranda, segundo o Pavão Misterioso), fica claro que a pessoa referida como "ED" no diálogo é EDWARD SNOWDEN, espião internacional, considerado traidor pelo Governo dos Estados Unidos e Agente da Inteligência Russa procurado em vários países (foto abaixo).




    Ainda nos prints vazados e mostrados acima, é citado o envolvimento da First Look Media, empresa pertencente ao multimilionário Pierre Omidyar, financiador do The Intercept e acusado de ser um desestabilizador de Democracias Ocidentais. 


    Fala-se também de um certo "Russo Burro" que "tá fora depois do vacilo". Seria este o hacker Evgeniy Bogachev, aquele que foi rastreado pelo Pavão Misterioso, dando origem a toda essa novela? O "vacilo", nesse caso, seria o de ter deixado rastros da ação criminosa de hackear altas autoridades brasileiras, obviamente.




    No print acima (também publicado pelo Pavão Misterioso), fica claro que a "EDIÇÃO DOS ÁUDIOS DO DELTAN" (sic) envolve Glenn Greenwald (dono de The Intercept e marido gay do Deputado Psolista David Miranda), Pierre Omidyar, "Ed" Snowden e um certo "careca" (ainda não identificado).


  A Polícia Federal tem que apurar uma situação dessas! Espionagem Internacional com finalidade de desequilibrar a Democracia Brasileira - e com ramificações DENTRO DO CONGRESSO NACIONAL! Isso procede?


    "E do sigilo (bancário) de Amor (Glenn Greewald), sabe de algo, Lê (Leandro Demori)? - Pergunta o Deputado Federal David Miranda (PSOL) ao "jornalista" seu amigo, no mesmo print. É exatamente o que nós queremos saber: já quebraram os sigilos desse pessoal e estão investigando, ou há foro privilegiado para impedir que se investigue CRIMES CONTRA A SEGURANÇA NACIONAL?





Erick, O Caçador

sábado, 6 de julho de 2019

SAIBA QUEM É CITADO NAS POSTAGENS DO PAVÃO MISTERIOSO DE 06/07 - E MUITO MAIS!

Por Erick, O Caçador



  "É importante que vocês entendam que a Esquerda vive de criar/alimentar utopias e delírios em prol de sua nefasta ideologia. Assim, ela quer afastar qualquer discussão racional sobre a realidade. Nosso papel é mostrar os truques dos marxistas, trapaceiros convictos de seus golpes."

    Cláudia Wild




   Antes de iniciar a leitura dessa matéria, se você não sabe o que aconteceu em torno desse caso desde o início, no mês de junho passado, sugiro se informar por aqui: 



*O Pavão Misterioso e a missão secreta de Dilma e Gleisi na Rússia: http://avozressoante.blogspot.com/2019/06/o-pavao-misterioso-e-missao-secreta-de.html

*As novas cartas do Jogo do Pavão Misterioso: 


    De forma sumaríssima, foi isso que o Pavão Misterioso jogou no ventilador, desde o início:







    Agora, vamos a uma sinopse dos fatos ocorridos na virada de junho para julho:


    *Ex-Procurador da Lava-Jato declara que o objetivo da armação de Glenn Greenwald é soltar Lula da cadeia - Carlos Fernando dos Santos Lima, decano aposentado da Operação Lava-Jato fez a ligação óbvia entre a ação de espionagem estrangeira, sua divulgação manipulada, os tumultos de rua promovidos por sindicatos e partidos políticos de Esquerda sob falsos pretextos (que seriam, em tese, protestos pela Educação e contra a Reforma da Previdência), e a trama para soltar Lula (PT) no STF, alegando "suspeição" do então Juiz Sérgio Moro tendo em vista ANULAR a condenação que mantém o Líder Petista preso (o Ministro Gilmar Mendes foi quem colocou a votação na pauta, coincidentemente, ou não). 

     É evidente que tudo teve coordenação sincronizada, no mês de junho de 2019: Internacional Socialista é isso aí! Saiba mais: https://www.oantagonista.com/brasil/ex-procurador-carlos-fernando-diz-que-acao-de-hacker-tem-objetivo-claro-de-libertar-lula/


         *Em aparição relâmpago, o perfil tweeter Pavão Misterioso faz a conexão entre a trama da Internacional Socialista e os irmãos Durov - Os Durov são russos, muçulmanos e donos do Telegram (aplicativo hackeado cujos supostos vazamentos o The intercept divulga). Segundo o Pavão, a ajuda dos irmãos seria motivada pela colaboração das causas extremista-islâmica e Socialista, no intuito de retaliar e causar danos à aliança entre Brasil e Israel, solidificada no Governo Jair Bolsonaro. Saiba mais: https://www.boletimdaliberdade.com.br/2019/06/21/organizacao-criminosa-com-bracos-na-russia-e-em-dubai-pode-ter-realizado-invasao-hacker-diz-revista/


    *Descobre-se que o The intercept manipula os supostos arquivos roubados de membros da Lava-Jato, antes de publicá-los como "vazamentos" - Isso ficou evidente em várias ocasiões (vide https://renovamidia.com.br/falha-do-intercept-comprova-manipulacao-das-supostas-mensagens/ e também https://pleno.news/brasil/em-audio-editor-do-intercept-teria-admitido-adulteracoes.html ), sendo inclusive admitido pelo Editor do The Intercept Brasil, Leandro Demori. Quer dizer, longe de ser jornalismo, trata-se puramente uma ação internacional com objetivo de desestabilizar uma democracia. 

    Tem mais: além de adulterar áudios e mensagens, o The Intercept Brasil é um laranjal do PSOL. Praticamente todo mundo nesse pasquim tem ligação com o partido de extrema-esquerda, incluindo o responsável pelo site, Diogo José da Silva Flora, advogado filiado ao PSOL e membro da Comissão de Direitos Humanos da OAB/RJ (O número de sua filiação partidária é 127556960361 e pode ser visto no site do TSE ou Filia Web);
    

  *Vem a público que Glenn Greenwald já defendeu neonazistas, como advogado voluntário - Durante cinco anos, Greenwald atuou "de graça" (ou por amor à causa?) na defesa do líder neonazista Matthew Hale, reconhecido "Pontífice Máximo" de uma igreja de supremacia branca que chegou a realizar atentados terroristas contra negros e imigrantes. É mole? Boatos na internet falam até de envolvimento homossexual entre  Matt Hale e Glenn Greenwald. Saiba mais: https://estudosnacionais.com/coluna/greenwald-defendeu-lider-neonazista-que-ameacava-juiza-federal-em-2003/



    *A Polícia Federal pede ao COAF um relatório das atividades financeiras de Glenn Greenwald - Com isso, teremos como tirar a limpo as supostas ligações financeiras aludidas pelo Pavão Misterioso do Agente Greenwald com o multimilionário globalista Pierre Omidyar (que doou 250 milhões de dólares para a criação do The intercept), o Ex-Deputado do PSOL Jean Willys e outros. Saiba mais: https://www.oantagonista.com/brasil/exclusivo-pf-quer-analise-de-atividades-financeiras-de-greenwald/


    *Revista VEJA faz parceria com o "The Intercept", publica conteúdo baseado nas postagens do Pasquim criminoso e é desmascarada por Nota Oficial emitida pelo Ministro Moro - A tradicional revista VEJA passou por uma mudança editorial recente: o envolvido na Operação Lava-jato André Esteves, supostamente banqueiro de Lula, comprou a VEJA. A partir daí, a revista visivelmente se tornou um panfleto ideológico de Esquerda, tendo feito duas capas contra o Ministro Moro utilizando o material pra lá de suspeito fornecido pelo Agente Glenn Greenwald. Simplesmente nada do que a VEJA publicou procede, conforme apurações posteriores. Saiba mais: https://www.jornaldacidadeonline.com.br/noticias/15379/a-revista-veja-a-desinformacao-a-pleno-vapor-e-o-necessario-freio-nessa-pratica-criminosa





    Está ligando os pontinhos? Vamos agora listar os citados nas postagens do Pavão Misterioso de 06/07:



    



1 - Deputado Federal David Miranda (PSOL) - Marido (ou esposa) de Glenn Greenwald e dono do mandato de Deputado renunciado por Jean Willys (de quem era suplente, apesar de ser novato na política). Segundo o Pavão, o mandato foi comprado por Greenwald. Aparece como interlocutor nos diálogos publicados pelo Pavão Misterioso;


2 - Agente Glenn Greenwald - Norte-americano, marido (ou esposa) de David Miranda, investigado e procurado em vários países, envolvido com espionagem internacional, suspeito de ser Agente da Inteligência Russa, envolvido com organizações internacionais socialistas e  neonazistas. casado com um brasileiro, adotou duas crianças para evitar sua extradição para o Estados Unidos, onde é procurado. Citado como "Glenn" ou "Amor", nos diálogos de 06/07;


3 - Leandro Demori - Editor do The Intercept Brasil, é um dos interlocutores nos diálogos publicados  em 06/07. Citado como "Lê";


4 - Ex- Deputado Jean Willys (PSOL) - Dispensa apresentações. Aparece nos diálogos de 06/07 pedindo dinheiro a David Miranda/ Glenn Greenwald ("duzentos e trinta, mais o mês passado, que vocês não pagaram"), via Marcelo Freixo;


5 - Jornalista Mário Sabino - Aparece sendo insultado nos diálogos divulgados. Sabino escreve para "O Antagonista" e "Crusoé". Dele, Leandro Demori diz: "merece ter um filho retardado mesmo" - Em alusão ao filho excepcional do jornalista;


6 - Diogo - Aqui cabe uma dúvida: trata-se do Jornalista Diogo Mainardi (também colaborador da "Crusoé" e do "Antagonista") ou de Diogo José da Silva Flora, responsável pelo The Intercept Brasil e filiado ao PSOL?


7 - Deputado Federal Marcelo Freixo (PSOL) - Dispensa apresentações. Citado (como "Freixo") nos posts hackeados e divulgados pelo Pavão Misterioso na qualidade de pessoa interessada em tratar com Jean Willys sobre os assuntos em comento. Também aparece como interlocutor de Willys, em prints postados numa conversa entre Leandro Demori e David Miranda;


8 - Deputado Federal Paulo Pimenta (PT) - Parlamentar que tem se destacado negativamente por fazer oposição radical e irascível ao Governo Bolsonaro. É citado como "Pimenta" ou "PP" e chamado de "rato" e "sanguessuga" nos posts divulgados. Segundo os diálogos, o petista seria chamado por Freixo para fazer parte da transação ilegal entre as partes, por conta de um "doleiro bom" que  supostamente conhece na Argentina. No entanto, isso desagradou Jean Willys, preocupado com tanta gente no "esquema";


9 - First Look Media - Citada como "First Look", é uma "Organização de Mídia Independente" fundada pelo multimilionário Pierre Omidyar. Glenn Greenwald é um dos colaboradores. Essa organização internacional é citada no momento em que se fala de um certo material que está sendo manipulado para publicação em breve, pelo The Intercept Brasil;


10 - EdPessoa não identificada citada no mesmo trecho em que a First Look Media também figura. Segundo o diálogo, Ed estaria "cuidando das coisas" junto à First Look para David Miranda e Glenn Greenwald, em vez de um certo "Russo Burro". Poderia ser "Ed" a pessoa de Edward Snowden (traidor dos EUA, parceiro de Greenwald em espionagem internacional e Agente da Inteligência Russa, partícipe do escândalo "Wikileaks")?


11 - Russo Burro - Pessoa não identificada citada no mesmo trecho em que a First Look Media também figura. Seria o Hacker russo Evgeniy "Slavic" Bogachev, que foi rastreado pelo Pavão Misterioso? "O Russo tá fora depois do vazamento" - consta no diálogo.




    E então? Cabe ou não cabe melhor apuração? O Pavão Misterioso promete muito mais postagens nesse próximo domingo 07/07!




Erick Guerra, O Caçador
    

quinta-feira, 20 de junho de 2019

AS NOVAS CARTAS DO JOGO DO PAVÃO MISTERIOSO!

Por Erick, O Caçador





    Nesse mês de Junho de 2019,  as atenções do Brasil e do Mundo se voltaram para um jogo sujo, surpreendente e misterioso, aludido anteriormente por nós em duas matérias de grande repercussão (veja aqui):



      * O Pavão Misterioso e a missão secreta de Dilma e Gleisi na Rússia: http://avozressoante.blogspot.com/2019/06/o-pavao-misterioso-e-missao-secreta-de.html


     
       O suspense está garantido! Como num Jogo de Detetives, um deck card RPG ou numa nova espécie de Tarô Político - ou talvez, mais exatamente numa mistura de tudo isso - há pistas, despistes, batalhas entre forças adversárias, hipóteses especulativas, estratégias e artimanhas, lances portadores de previsões do futuro, falsas bandeiras, novos fatos apresentando reviravoltas a cada rodada e, o melhor de tudo, a certeza de que há um mistério importante a ser resolvido!



  Apresentamos aqui os novos "Cards" do "Tarô do Pavão Misterioso":



     * A Casa Caiu




    Essa é a carta de Glenn Greenwald e do seu Pasquim panfletário "The Intercept", ambos desmascarados pelo Pavão Misterioso como prepostos de criminosos internacionais a serviço de corruptos políticos nacionais. 


    Segundo os especialistas, não há como, pericialmente, sequer confirmar a autenticidade das mensagens publicadas pelo "The Intercept", por isso jamais servirão de prova para absolutamente nada (vide https://www.youtube.com/watch?v=9ErMaOXCq94 ) e, como última pá de cal, o próprio site foi pego publicando distorções sobre o caso, a partir de diálogos fora de contexto, apresentados aos seus leitores em ordem trocada propositalmente, no intuito de "fazer a cabeça" dos pobres e crentes esquerdopatas (vide https://noticiabrasilonline.com/nova-farsa-de-greenwald-do-intercept-contra-a-lava-jato-e-revelada-isso-vai-dar-cadeia/ ). Quer dizer: zero em jornalismo e dez em manipulação das massas bovinas. 


   Como há um crime federal confesso e outros delitos denunciados, aguardem os resultados das investigações... Até aqui, a Polícia Federal está confirmando as informações do Pavão Misterioso e a principal linha de investigação aponta mesmo para a Rússia  (Vide: https://istoe.com.br/cerco-aos-hackers/ ).



    No simbolismo da carta: o raio é a verdade, enquanto as faíscas fazem a representação da opinião pública; A torre fulminada é o Plano Internacional Socialista para desestabilizar as Instituições Nacionais brasileiras; A coroa arremessada fora corresponde ao império das fake news propagadas pela Esquerda; As duas pessoas caindo representam o próprio Greenwald e o militante lulopetista comum, vulgarmente conhecido como "idiota útil", que acreditou em mais essa armação preparada por seus mestres e agora despenca enrolado numa bandeira vermelha, sendo achincalhado pela opinião pública nas Redes Sociais;



    * A Reunião Secreta





    Essa é a carta da missão secreta de Dilma Rousseff (PT) e Gleisi Hoffman (PT) na Rússia (antiga União Soviética), ocorrida na semana imediatamente anterior às publicações de Greenwald no Intercept, que só foi tornada pública graças aos esforços investigativos da mídia alternativa. Sobre esse assunto, Dilma divulgou uma nota oficial que confirmou tudo o que já suspeitávamos: uma Ex-chefe de Estado do Brasil e a Presidente de um influente partido político brasileiro foram até uma potência estrangeira para tratar de assuntos internos do Brasil e pedir intervenção deles em nosso meio nacional ( fica em aberto o tipo da intervenção). Isso configura conspiração? Se a Nota Oficial de Dilma Roussef não é uma confissão de conspiração contra o Brasil, o que seria uma conspiração? É ver para crer: https://renovamidia.com.br/a-misteriosa-viagem-de-dilma-e-gleisi-a-russia/ .


    No simbolismo da carta: o ambiente noturno simboliza as trevas e o encoberto; O Satanás em forma de bode preto é a Internacional Socialista disfarçada; Os bruxos e bruxas reunidos secretamente, adorando o demônio, são os conspiradores contra o nosso País; As crianças oferecidas ao Bode Preto são os nossos próprios filhos, a representação do futuro do Brasil.


    Ainda é mistério se há ligação entre a viagem das lideranças lulopetistas à Mãe Rússia e a alegada participação russa no caso "The Intercept". O que você acha? Cenas reveladoras são aguardadas para as próximas rodadas;



    * O Alienado




     
   Temos aí a carta dos manifestantes pró-corrupção, que põe camisas vermelhas para praticar violência política e baderna nas ruas, obedecendo ordens de políticos corruptos. Quando nas Redes Sociais, eles consomem e repassam fake news, sempre torcendo contra o Brasil, sem perceber que estão serrando o galho onde eles mesmos estão sentados.


    No simbolismo da carta: As roupas de cores vermelho e amarelo representam o PT, PSOL e congêneres, enquanto as peças de cor azul insinuam um disfarce de qualquer tipo (decerto trabalhador ou estudante, talvez); A trouxa nas costas simboliza a visão social que desposam (visão de trouxas) e o bastão na mão indica a capacidade de causar danos; Enquanto o personagem mantém uma postura displicente, a sua calça está rasgada e há um cachorro mordendo-lhe, demonstrando figurativamente seu total alheamento da realidade, mesmo sentindo dor nos fundilhos. O aspecto geral é o de um bobo-da-corte, tolo ou vagabundo.



      E aí estão as cartas mais recentes do Jogo do Pavão Misterioso. Continuem atentos às novas jogadas e espero que tenham curtido!




Erick Guerra, O Caçador

segunda-feira, 17 de junho de 2019

O PAVÃO MISTERIOSO E A MISSÃO SECRETA DE DILMA E GLEISI NA RÚSSIA

Por Erick, O Caçador








     O Brasil vive, nesse mês de junho, momentos inéditos, decisivos. No Primeiro Ato dessa peça, Glenn Greenwald, um agente político de extrema-esquerda, travestido de jornalista e com passado ligado à Espionagem Internacional, divulga uma série de mensagens que alegadamente seriam o fruto de crime cometido contra altas autoridades brasileiras. Isso ocorrendo no domingo, 09 de junho, exatamente o primeiro dia da semana "X" em que haveria o julgamento no STF do pedido de anulação do processo que mantém o Ex-Presidente Lula (PT) preso. O pedido de anulação baseia-se na alegação pela defesa do condenado de que o então Juiz Sérgio Moro teria sido "parcial" naquela condenação - justamente o que, em tese, os trechos grampeados pelo obscuro hacker e fonte de Greenwald comprovariam. Como parte da orquestração petista para influenciar o Supremo Tribunal, movimentos sindicais e milícias fascistas de camisas-vermelhas tumultuaram as ruas arrebanhando idiotas úteis sob os mais diversos pretextos, inclusive o de derrubar  à pulso o Governo Bolsonaro. O resto foi propagação de mentiras esquerdopatas, baderna e isolamento da população, que agora chama sem qualquer cerimônia os militantes lulopetistas de vagabundos.


    As "divulgações de fonte anônima" feitas por Greenwald numa época tão "inocente", pareceram tudo - menos jornalismo sério e imparcial. Seu site The Intercept é uma conhecida plataforma de divulgação de trabalhos de espionagem, investigada pelos serviços secretos de, pelo menos, todos os países da OTAN. Aparentemente, o The Intercept foi criado para a "Operação Snowden" de espionagem envolvendo agentes duplos e desestabilização das relações internacionais entre Países ocidentais.  Financiado com milhões de dólares por "desestabilizadores sociais" ligados às novas linhas de atuação da Internacional Socialista (que atualmente, trabalha com guerra cultural e armas econômicas, ao invés de fomentar revoluções armadas), o The Intercept é o tipo modelar de plataforma para as modernas estratégias de "luta" da Inteligência Russa contra as nações ocidentais (principalmente EUA e seus aliados), conforme expõe espiões desertores dos Países do outrora Bloco Soviético. Pois bem, Greenvald foi "acolhido" no Brasil, durante o governo Dilma Roussef (PT), após o escândalo mundial do "Caso Snowden", em que esteve envolvido junto com seu "marido" David Miranda ( já o próprio agente duplo norte-americano Edward Snowden asilou-se na Rússia, onde trabalha para a Inteligência daquele País). As relações de Glenn Greenwald com o Ex-Presidente Lula são ótimas, para dizer o mínimo, e é dessa época que surge o The Intercept Brasil, única sucursal mundial do pasquim de Greenwald.




    Depois dos tais "vazamentos", com os holofotes sobre o The Intercept e sobre Glenn Greenwald, duas coisas saltaram aos olhos do público: primeiro, o dono do Intercept é um dos maiores divulgadores das narrativas de "história alternativa lulopetista" (mentiras propagandísticas da Esquerda Brasileira)  para o resto do Planeta, fazendo crer no exterior, entre outras patranhas, que o impeachment de Dilma foi um "golpe" e que o próprio Lula seria um "preso político" - por outras palavras, Glenn é um queima-filme do Brasil para o Mundo. O segundo fato curioso é que o ativista norte-americano é casado com outro homem, um brasileiro militante LGBT e amigo da falecida vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ), no caso, o Deputado Federal David Miranda (PSOL-RJ), que havia sido o suplente de Jean Willys ( também PSOL - RJ), conhecidíssimo como ex-BBB e polêmico parlamentar que causou repúdio até entre a própria comunidade gay. Pois bem, Jean Willys renunciou ao seu mandato de Deputado no início de 2019, em favor de Miranda e, como todo bom socialista, foi morar num País capitalista desenvolvido (recebeu hostilidades em alguns países da Europa, mas finalmente pousou na Alemanha, onde não perde a oportunidade de falar mal do Brasil, como já fez até na Tribuna da ONU). Nada contra a vida pessoal de seu ninguém, mas surgiram boatos insistentes na internet sobre uma possível venda desse mandato, bem como do suposto envolvimento de Willys com o terrorista de Esquerda Adélio Bispo ( este, com o histórico de ser filiado ao PSOL por 10 anos, tentou matar o então candidato Jair Bolsonaro) - porém nada foi investigado oficialmente, muito menos comprovado.






      Domingo, 16 de junho. Atente nas datas: são exatamente sete dias após as publicações bombásticas do Agente Glenn Greenwald no The Intercept. E eis que surge,  quando sim, quando não - de repentemente - a folclórica figura do Pavão Misterioso! Fazendo alusão ao imortal romance em cordel do Poeta José Camelo de Melo Rezende, um suposto hacker sob o singelo pseudônimo de "Pavão Misterioso" deu um show no Tweeter, apresentando basicamente o seguinte argumento:




   


    Como comprovação dos fatos narrados por ele mesmo, o perfil Pavão Misterioso postou um rastreamento de moedas digitais ligando Glenn Greewald ao hacker russo Evgeny Bogachev (procurado pelo FBI), além de aludir a outros personagens, como mostramos no seguinte print:







    A íntegra das postagens do Pavão Misterioso pode ser facilmente encontrada em rápida pesquisa no Google, de forma que não as repetiremos no presente espaço. Fica para as autoridades brasileiras a checagem da história apresentada pelo perfil do Tweeter, o que recomendamos enfaticamente.


    Todavia, observem a repetência dos seguintes elementos: pessoas ligadas à partidos políticos da Esquerda Brasileira, crimes, espionagem internacional e Rússia. Ganância inescrupulosa pelo Poder e pela impunidade da corrupção de seus correligionários se unem no afã de desacreditar a Operação Lava-jato e de derrubar o Governo do Presidente Jair Bolsonaro (PSL). Esse é exatamente o perfil de "luta política" que a esquerda Brasileira tem apresentado nos últimos tempos. Com efeito, não é estranho que todas as peças se encaixem perfeitamente.


     Dois dados geopolíticos recentes podem ser acrescentados à trama... Rússia e China estão na maior parceria que já tiveram em toda a história e, obviamente, isso quer dizer coligação contra o Ocidente. Recentemente, o Governo Donald Trump classificou o Brasil, oficialmente, como aliado preferencial dos EUA, extra-OTAN. Juntando as pedrinhas, não é difícil entender o que o alinhamento Brasil/EUA representa para os dois gigantes do oriente. Isso coloca o Brasil como óbvio alvo para Operações de Inteligência, Espionagem, Guerra Econômica, Estratégias Gramscistas e Desestabilização Social. 


     Se todo o exposto acima não passa de "Teoria da Conspiração" (como a militância fascista camisa-vermelha alega), então é possível explicar mais esta: coincidentemente, e de forma prévia aos fatos em tela, houve uma Missão Secreta conjunta da Ex-Presidente Dilma Roussef e da Presidente Nacional do PT, Gleisi Hoffman - na Rússia. Precisamente na semana anterior à divulgação, pelo The Intercept, do material hackeado criminosamente para as finalidades de desestabilização do Estado Brasileiro, as duas lulopetistas citadas estiveram em viagem de "contatos políticos" na capital da Ex-União Soviética. Tudo foi cuidadosamente escondido no Brasil, onde tal excursão não consta nem das redes sociais das duas envolvidas (como seria o normal), tampouco foi publicada na página oficial do Partido dos Trabalhadores (o que é extraordinariamente anormal, pois houve uma reunião oficial no parlamento Russo, a Duma). Do que se tratou esse passeio da Ex-Chefe de Estado do Brasil, antigamente catalogada pela Inteligência Soviética como "Camarada Vana", ex-guerrilheira com treinamento em Cuba e na URSS, acompanhada da Presidente do Partido dos Trabalhadores? A reunião na Duma foi o único compromisso agendado e cumprido? E por que tudo foi cuidadosamente ocultado do público brasileiro?




    Apesar das precauções tomadas para ocultação da tour em Moscou, a situação vazou através de publicação oficial da reunião já aludida no site da própria Duma, em notícia do dia 04 de junho de 2019, como qualquer um pode conferir no endereço http://duma.gov.ru/en/news/45218/ , bem como no print a seguir:






      O desfecho dessa trama, obviamente, aguarda novos lances. Mas uma coisa já pode-se afirmar: o Povo brasileiro quer ser informado tintim por tintim, de todos os muitos meandros nebulosos disso tudo!



   
    O Brasil precisa que essa história seja passada a limpo!









Erick Guerra, O Caçador

segunda-feira, 10 de junho de 2019

ENTENDA O CASO DO "GRAMPO" EM SÉRGIO MORO: CRIME E CONSPIRAÇÃO REVELADOS?

Por Erick, O Caçador




    Abrindo a semana em que a Esquerda Brasileira planeja realizar tumultos por todo o País, incluindo greves e passeatas vândalas no propósito de travar o Governo Bolsonaro, o site de extrema-esquerda "The Intercept" detona uma bomba: em colaboração com um ainda obscuro hacker internacional, o pasquim divulgou supostas conversas entre duas altas autoridades federais brasileiras! As conversas, segundo alegado pelo próprio tablóide vermelho, seriam fruto de um grampo criminoso feito pelo tal hacker  estrangeiro colaborador do "The Intercept", envolvendo o Ministro da Justiça Sérgio Moro (então Juiz responsável pela "Operação Lava-Jato") e o Promotor Federal Deltan Dallagnol (também na "Operação Lava-Jato" e atualmente cotado para assumir a Procuradoria-Geral da República, em futuro próximo).




    As conversas supostamente "vazadas" mostram um diálogo normal entre autoridades que estão combatendo com empenho a maior Organização Criminosa da História do Brasil. Na interpretação da Esquerda Brasileira, é o contrário: as tais conversas "provam" que Moro e Dallagnol estariam em "conspiração" para arrumar provas "inconsistentes" contra Lula (PT)! Contudo, o único crime revelado pelo tal "vazamento" foi o próprio vazamento...


    Os Esquerdistas precisam entender uma verdade óbvia: Polícia Federal, MPF e a Equipe do Juiz Sérgio Moro (Justiça Federal) trabalharam em estreita colaboração - e com apoio declarado da maioria da população brasileira - para desmontar e punir na forma da legislação em vigor o sistema de governo baseado na corrupção (Cleptocracia) montado e manutenido pelo PT, junto com seus partidos políticos satélites e aliados, empresários e doleiros. Ponto. 




    O interesse de um Agente da Lei ao prender um bandido é preservar a sociedade cumprindo a Lei - se a Esquerda luta organizadamente para preservar o bandido, isso só mostra que homens como Moro, Dallagnol e policiais comuns merecem todo o apoio possível da população e do Estado.


       Agora, vamos tratar de crimes e conspirações reais, elencando os pontos sabidos do caso e mais algumas lacunas que devem ser apuradas em convenientes investigações:


     1) Espionagem Internacional contra o Brasil - Uma escuta telefônica ilegal contra altas autoridades brasileiras, feita por pessoas ou entidades estrangeiras (como o "The Intercept"), configura crime de espionagem, obviamente. E quem está por trás do caso? O pasquim "The Intercept" pertence ao Norte-Americano Glenn Greenwald, homossexual assumido e militante internacionalista de esquerda, "marido" do Deputado Federal David Miranda ( filiado ao partido de extrema-esquerda PSOL). Miranda, um ativista LGBT, é o suplente que assumiu a cadeira legislativa de Jean Willys (também do PSOL), quando este último renunciou e foi morar na Europa. Glenn Greenwald esteve/está na mira do MI-6 (serviço secreto britânico) e David Miranda chegou a ser detido na Inglaterra (agosto de 2013), com base na Lei Antiterrorismo Britânica, por envolvimento no "Caso do espião Edward Snowden" (ex-agente duplo da CIA e NSA)




  Greenwald foi contactado por Snowden em 2012, quando articularam-se numa Rede de Espionagem Internacional para desestabilizar governos capitalistas através da divulgação de documentos sigilosos. David Miranda participou ativamente da colaboração de seu "marido" com Snowden (considerado culpado de alta traição nos EUA) e (que interessante!), quando a "casa caiu", Miranda fez campanha pública para que o Governo Dilma Roussef (PT) desse asilo político ao espião Snowden  no Brasil! Naquele momento, Snowden estava "acolhido" na Rússia (ex-União Soviética)... 


    Não por acaso, quando o "Caso Snowden" estourou, Glenn Greenwald veio morar no Brasil, aliando-se ao PT e PSOL. Durante as eleições presidenciais de 2014,  David Miranda filiou-se ao PSOL, a convite de Luciana Genro (então candidata à Presidência da República pela legenda), que também comprometeu-se com a campanha de "acolhida" do agente duplo Edward Snowden no Brasil.




    Ainda no Governo Dilma Roussef (PT), Greenwald e Miranda ganharam proteção da Polícia Federal brasileira, pois foram considerados "testemunhas-chave" na apuração de espionagem contra o Brasil, baseada em documentos divulgados pelo casal LGBT no "Caso Snowden", referentes ao nosso País. Talvez em contrapartida, Glenn Greenwald foi um dos maiores divulgadores internacionais da absurda "Tese do Golpe", inventada pela Esquerda Brasileira para dar ao Impeachment de Dilma Rouseff a conotação de "conspiração criminosa", bem como da ultra fantasiosa versão alternativa da história em que Lula seria um "preso político". Glenn Greenwald é ativo propagador no exterior das "pós-verdades" e "não-acontecimentos" das campanhas de desinformação promovidas pela Esquerda Brasileira.


    Está claro como água que Greenwald é um agente estrangeiro com objetivos políticos no Brasil, usando o jornalismo como fachada para atividades que merecem mais atenção da Polícia Federal e dos Órgãos de Inteligência. Por citar em matéria jornalística o então Presidente Lula (PT) como cachaceiro, o jornalista Larry Rohter (do "The New York Times") foi expulso do País pelo notoriamente cachaceiro Lula, em 2004. Que tal avaliar as atividades "noticiosas" do "The Intercept" sob prisma semelhante?


   Alguém aí está achando que cabe uma completa e especial investigação, de nível CPI, sobre esses assuntos?


    2) Terrorismo Político - Lembrando que, à época de seu "auto-exílio" na Europa, insistentes boatos veiculados nas Redes Sociais ligavam Jean Willys, entre outras coisas, ao pagamento de advogados de luxo para Adélio Bispo (dez anos de filiação ao PSOL e feroz militância "Lula livre"), o terrorista assassino de esquerda que esfaqueou o então candidato Jair Bolsonaro. Afinal de contas: quem mandou matar Jair Bolsonaro? Quem financiou Adélio Bispo? Como Adélio Bispo foi considerado "são" mentalmente, em atestado recente dado por psiquiatra (usado por este para frequentar aulas de tiro em Minas Gerais) e, poucos meses depois, recebeu laudo de "doente mental inimputável" para deixar de responder por seu ato terrorista (atentado que trouxe à memória o muito mal explicado acidente de avião que matou o também candidato à Presidência Eduardo Campos, na eleição imediatamente anterior)? Como o celular de Moro ou Dallagnol pode ser "hackeado", mas o de Bispo ou Willys não pode?




    Alguém aí está achando que cabe outra completa e especial investigação, de nível CPI, sobre esses assuntos?



   3) Mercenários Internacionais atuando contra o Brasil - Quem é o hacker responsável pelo "grampo" ilegal das autoridades brasileiras? Seria uma única pessoa ou uma equipe mercenária? Há outras altas autoridades brasileiras sendo espionadas?


    Coincidentemente, ou não, a Polícia Federal prendeu no mês passado (10 de maio), em Paris, o hacker israelense Tal Prihar, numa Operação conjunta entre a PF, o FBI e a Europol, sob a acusação de lavagem de dinheiro e tráfico de armas e drogas na chamada Deep Web. O hacker israelense é, sem dúvida, um peixe-grande dos crimes digitaisO detalhe é que Prihar estava residindo ultimamente em Brasília-DF, numa casa que já havia sido moradia de José Dirceu (PT), ex-ministro do governo Lula e atualmente presidiário. Dirceu alugara a casa e só a entregou no momento de sua prisão, em 2015.



    
  Até o momento, a Polícia Federal não fez oficialmente qualquer ligação entre Tal Prihar e a espionagem de altas autoridades brasileiras. Coincidências existem, tudo bem...


    ...Mas a pergunta que não quer calar é: Há ligações entre Partidos ou políticos brasileiros de Esquerda com Espionagem Internacional e Terrorismo?







Erick Guerra, O Caçador